0 produtos   –   0,00 €

Carrinho de Compras ×

Não existem produtos no carrinho


Transmodulador TDX-420 - Sinal TV Satélite FTA DVB-S/S2 para DVB-T/TDT



567,40 €  


Adicionar ao Carrinho

O produto encontra-se sem stock.

Descrição


Transmodulador: TDX-420 (FTA) DVB-S/S2 (8PSK, QPSK) to 2xDVB-T (COFDM)

Solução interessante para Hotéis Rurais sem FO

Características principais:

  • Conversão de sinais DVB-S/S2 para o padrão DVB-T COFDM (TDT)
  • Conversão de múltiplos sinais de dois transponders de satélite em 2 multiplexes DVB-T (TDT) vizinhos.
  • Possibilidade de criar um multiplex DVB-T a partir de dois transponders de satélite diferentes.
  • Canais e serviços seleccionáveis.
  • Controle fácil via porta RJ-45.
  • Gestão via Internet.
  • Acesso ao histórico de eventos (logs).
  • Controlo automático de ganho (AGC).

O transmodulador TDX-420 DVB-S/S2 para DVB-T é usado para recepção de sinais DVB-S/S2 (8PSK/QPSK), selecção dos canais desejados e retransmissão deles no formato COFDM nos canais de RF escolhidos nas faixas de frequências VHF/UHF. O dispositivo permite que o utilizador receba e faça a gestão uma gama de canais de satélite gratuitos. Por exemplo os canais do Astra 19E

Um painel TDX-420 pode receber canais de dois transponders de satélite e convertê-los em dois multiplexes DVB-T vizinhos com taxa de transferência máxima de 31,66 Mbps. Na prática, cada multiplex pode transportar 6 canais SD ou 2-3 canais HD.


Cada modulo TDX-420, pode assim retransmitir em TDT em dois multiplex contíguos, por exemplo no canal 21 e 22, 12 programas em SD, 4 a 6 programas em HD ou a sua combinação até preencher a totalidade da largura de banda recomendada, ou seja 2x29 Mbps, que são os 90% da banda disponível.

O administrador do sistema selecciona os canais necessários dos fluxos de satélite e forma dois multiplexes DVB-T. Como alternativa, um multiplex DVB-T pode ser programado a partir de canais provenientes de dois transponders de satélite diferentes. Em cada caso, é necessário lembrar cerca de 10% da margem de segurança ao determinar a taxa de bits máxima para todo o multiplex (normalmente a taxa de bits final de um multiplex não deve exceder 29 Mbps).

Quando uma taxa de transferência mais alta é necessária, o sistema deve estar equipado com unidades TDX-420 adicionais. Os multiplexes de saída DVB-T COFDM são geralmente distribuídos aos utilizadores por uma rede passiva composta por repartidores. Essa solução é especialmente conveniente nos sistemas modernos de TV de hotéis que distribuem uma variedade de canais por satélite, incluindo transmissões em HD, usando uma rede com cabo coaxial de 75 Ohm.

Graças à porta Ethernet RJ-45, a programação do painel TDX-420 é realizada através de um navegador web. A unidade TDX-420 é dedicada para receber canais por satélite FTA. (livres e não criptados)

Uma grande vantagem do dispositivo é a fácil integração com outros componentes:

Multiswitches dSCR/Unicable, permitindo a distribuição independente de canais DVB-S/S2 através de um cabo coaxial.
IPTV Streamers para gestão e distribuição de canais DVB por satélite, terrestre e por cabo em redes Ethernet (LAN) baseadas em cablagem de par trançado.
Transmissores ópticos para programação de transmissão de TV via links ópticos.

Marca Terra


×